GerdaAlexander%2520-%2520http%2520www_ed

Blog para apoiadores da pesquisa sobre história e contexto da criadora da Eutonia 

Por Débora Oliveira

Buscar
  • deboraoliveirabr

Hellerau Parte II - Festpielhaus e a Escola de Rítmica de Dalcroze

A cidade-jardim de Hellerau foi um projeto que atraiu muitos artistas e intelectuais do início do século XX. Baseada na tríade trabalho - moradia - arte, o projeto consistia num bairro anexo à cidade de Dresden, na Alemanha, voltado para os trabalhadores da fábrica de Karl Schmidt. Juntamente com o intelectual Dr. Wolf Dohrn, o projeto foi inovador no campo da arquitetura, do urbanismo e do que foi posteriormente denominado "design de interiores".



O projeto também foi pioneiro nas artes. Em entrevista a David Bersin, Gerda nos conta um pouco sobre a história de Hellerau: "Eles [Karl Schimidt e Dr. Wolf Dohrn] revelaram seu interesse de que Dalcroze participasse de seu projeto - criando um Centro Experimental de Arte em Hellerau, Dresden. Dalcroze tomou o desenvolvimento artístico deste novo grupo, e ao mesmo tempo abriu um centro para músicos, atores, dançarinos e condutores para essa nova educação do movimento através da música. O famoso arquiteto, [Heinrich] Tessenow, construiu o teatro para os festivais anuais das performances de Dalcroze. Rapidamente, estudantes e artistas de toda Europa e América vieram a Hellerau: condutores, Diaghilev (a frente do Ballet Russo), e grandes cantores, músicos e pintores. Se você ler a lista de alunos daqueles tempos, vai encontrar nomes de grande importância daquela época". Em 1910, Dalcroze começou a dar aulas, e o teatro ficou pronto em 1912. Entre 1913 e 1914, haviam 495 alunos de 15 países estudando no teatro Bildungsanstalt Jaques-Dalcroze, hoje chamado Festpielhaus Hellerau.



O projeto atraiu pensadores, filósofos e artistas de vanguarda da época, e teve visitantes como Bernhard Shaw, Franz Bei, Stefan Zweig, Gerhart Hauptmann, Theodor Däubler, Martin Buber, Max Reihardt, Oskar Kokoschka, Franz Kafta, Igor Stravinsky, entre outros.



"A nova abordagem cênica radical no Festpielhaus foi diametralmente oposta às tradições do palco do Semper Opera House, no centro de Dresden. Mesmo com toda a desaprovação, o teatro encontrou muito entusiasmo e despertou interesse por toda a Europa. Hellerau, até então um subúrbio de Dresden, se tornou um centro do modernismo europeu."

(fonte: https://www.hellerau.org/en/history/)



Esse era o contexto no qual Gerda Alexander teve sua formação. Mesmo que Gerda nunca tenha estado em Hellerau (segundo Jean-Marie Huberty), a Rítmica estava na vanguarda do contexto artístico e intelectual daquele momento.




(continua...)

19 visualizações

Posts recentes

Ver tudo